Encontre As Sugestões Dos Campeões Da Redação Do Enem

19 Mar 2019 23:33
Tags

Back to list of posts

EAD.jpg

<h1>Chineses Apanham No Mercado De Motos</h1>

<p>A recente debandada de fabricantes de motos da China mostra que qualidade e servi&ccedil;os s&atilde;o t&atilde;o ou mais interessantes que valor — a hist&oacute;ria se repetir&aacute; com os autom&oacute;veis? S&atilde;o Paulo - No momento em que foi lan&ccedil;ada, em fevereiro de 2008, a fabricante de motocicletas Dafra prometia fazer um baita estrago. http://larissaalmeida384.soup.io/post/665867345/Apostila-Com-cinquenta-e-dois-Sugest-es a partir de um investimento de cem milh&otilde;es de reais do grupo Itavema, rede de concession&aacute;rias que fatura 6 bilh&otilde;es de reais por ano, a organiza&ccedil;&atilde;o inundou o mercado com motos at&eacute; 15% mais baratas do que as concorrentes. A chave pra essa finalidade: as motos vinham da China, pa&iacute;s que, como se entende, tem custos de gera&ccedil;&atilde;o imbat&iacute;veis.</p>

<p>Em um pouco mais de um ano, as motos da Dafra conseguiram alcan&ccedil;ar 4% de participa&ccedil;&atilde;o de mercado, incomodando as l&iacute;deres Honda e Yamaha (que, somadas, t&ecirc;m 90% do mercado). Os planos n&atilde;o eram menos ambiciosos — regressar a 10% de participa&ccedil;&atilde;o em 2012, com mais ou menos 400 000 motos vendidas por ano. Para isso, a montadora criou uma f&aacute;brica em Manaus e contratou o apresentador Luciano Huck e o ator Wagner Moura pra estrelar seus comerciais.</p>

<ul>
<li>Pratique pra se acostumar com os tipos de pergunta</li>
<li>Leia sobre poss&iacute;veis assuntos pra reda&ccedil;&atilde;o e escreva a respeito de eles</li>
<li>1/9 (Thinkstock/Huchen Lu)</li>
<li>Vasto quantidade de perguntas comentadas por professores (vinte 1000)</li>
<li>Magia Cigana</li>
<li>cinco N&atilde;o se esque&ccedil;a da prepara&ccedil;&atilde;o pr&eacute; prova</li>
<li>5 horas dois dias R$ 39,noventa</li>
</ul>

Tu poder&aacute; ver de perto outras dados disto http://webdeaprendaaki85.jiliblog.com/18605397/3-cursos-de-marketing-digital-s-rias-pra-conseguir-emprego-nos-eua .

<p>Ia tudo dando correto, at&eacute; que as baratas motos chinesas come&ccedil;aram a ter problema. O site Reclame Por aqui ganhou 1 084 queixas nos &uacute;ltimos tr&ecirc;s anos contra a Dafra, mais do que qualquer outro fabricante de motos. Repercuss&atilde;o: a empresa encolheu &agrave; metade. “Subestimamos a sofistica&ccedil;&atilde;o do mercado brasileiro”, diz Creso Franco, presidente da Dafra.</p>

<p>Para recuperar a imagem, Franco fez parcerias com marcas como a italiana MV Agusta e a alem&atilde; BMW. Principalmente: as motos n&atilde;o s&atilde;o mais somente chinesas — as pe&ccedil;as v&ecirc;m de China, &Iacute;ndia e Coreia. Embora se trate de um caso emblem&aacute;tico, n&atilde;o foi s&oacute; a Dafra que sofreu com as exig&ecirc;ncias do cliente brasileiro. Um levantamento feito por Checape descreveu link de p&aacute;gina da web , entre 2007 e 2009, o Brasil recebeu trinta e cinco recentes marcas de motocicletas — vinte e nove delas chinesas.</p>

<p>Entretanto, at&eacute; mar&ccedil;o nesse ano, quase todas haviam desaparecido do mercado. A incerteza que derrubou as vendas de motos em 20% em 2009 foi particularmente cruel com as fabricantes chinesas. Como a maioria delas nem sequer possu&iacute;a uma rede de concession&aacute;rias ou uma f&aacute;brica aqui, seus representantes nacionais n&atilde;o tiveram estrutura para suportar a turbul&ecirc;ncia. http://dicasdecomendobem94.affiliatblogger.com/18664976/primeiros-colocados-em-vestibulares-de-todo-o-brasil-d-o-informa-es-pra-mandar-bem-nas-provas % das vendas s&atilde;o motivadas por clientes que querem se livrar do transporte p&uacute;blico, ningu&eacute;m achou a pequeno gra&ccedil;a no momento em que as pe&ccedil;as pra manuten&ccedil;&atilde;o come&ccedil;aram a faltar. Como as motos mais baratas acabam virando meio de servi&ccedil;o de muita gente, o fregu&ecirc;s foi percebendo que valia a pena gastar pouco mais para ter um instrumento confi&aacute;vel.</p>

<p>Mesmo quem conseguiu montar certa estrutura no Brasil teve complexidade em superar com um mercado t&atilde;o competitivo. Logo que chegou ao Brasil, em mar&ccedil;o de 2007, a FYM, uma das maiores fabricantes da China, investiu dez milh&otilde;es de reais na constru&ccedil;&atilde;o de uma f&aacute;brica em Manaus com inten&ccedil;&atilde;o de gerar 250 motocicletas por dia. http://novidadespradescobrindo27.diowebhost.com/14758102/previs-es-astrol-gicas-pra-todos-os-signos-em-2018 , mas nunca chegou a operar por aus&ecirc;ncia de dinheiro.</p>

<p>Na atualidade, as poucas motos da marca comercializadas no estado saem do estoque de alguns importadores. recomendado como JAC e Chery est&atilde;o desenvolvendo f&aacute;bricas no pa&iacute;s e construindo redes de concession&aacute;rias. No caso da JAC, neste instante s&atilde;o setenta revendas. A companhia assim como inaugurou um centro de estoque de pe&ccedil;as para manuten&ccedil;&atilde;o, precisamente pra evitar deixar seus compradores a p&eacute;. http://answers.yahoo.com/search/search_result?p=negocios&amp;submit-go=Search+Y!+Answers , que investiu mais de 700 milh&otilde;es de reais no Brasil, tem entre seus fornecedores marcas convencionais do setor, como a americana Visteon e a alem&atilde; Bosch.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License